Carta do leitor: Mais higiene nos mercados…

Ilustre director do O PAÍS, bom dia… Sou cidadão angolano e morador do município do Cazenga, província de Luanda. Não gostei do que vi no mercado do Asa Branca. Na parte exterior há muito lixo. Ainda assim, as senhoras vendem os produtos sem ter em conta as condições básicas de higiene. Próximo do lixo, podese ver clientes a discutirem preços e a comprarem alimentos. Tudo indica que os mesmos passam, ou seja, ficam ali muitas horas envoltos em moscas e mau cheiro. Como é evidente, é prejudicial à saúde e como se não bastasse as autoridades do mercado ignoram tal facto.

Estão mais preocupadas em cobrar aos carros que estacionam no parque. Nos últimos dias, também foi vista nas redes sociais uma imagem no mercado do Catinton, na Maianga, em que um jovem matava um porco no meio do lixo e da lama. Ao lado podia-se ver um senhor, dava a sensação de que era potencial comprador da carne.

E mais, pode-se ver também na imagem que a foto foi tirada à distância, mas valeu a denúncia, porque muitos levam consigo alimentação e doença para casa. É para dizer que a administração dos mercados e feiras da província de Luanda deve ser mais rigorosa no que concerne à higiene nestes locais. Esta é uma chamada de atenção para os vendedores e compradores de todo o tipo de produto alimentar.
Espero que este reparo não fira a consciência dos administradores dos mercados e feiras de Luanda, isto visa contribuir para um ambiente limpo…

Aguete A. Job Cazenga

error: Content is protected !!