Carta do leitor: Lixo no Zango V…

POR: Lixo no Zango V…

Director do jornal O PAÍS, saudações e votos de óptimo final de semana. Viver num ambiente limpo e sadio é um acto de amor e de respeito pela vida, um bem inalienável. Por isso, não compreendo as razões que levam as autoridades a não atenderem a Centralidade do Zango V com contentores e carros para a recolha do lixo. Com uma ou outra falha na sua gestão, devo agradecer o esforço do Executivo na construção da mesma. Veio ajudar a melhorar e a mudar a qualidade de vida dos cidadãos em vários domínios. Porém, gostaria que as autoridades percebessem que lá vivem seres humanos e o lixo aos poucos vai tomando conta de alguns espaços.Por mais que se faça campanhas de limpeza, volta e meia não se sabe como os focos de lixo crescem. Mas, é verdade que são os próprios moradores que depositam nos locais onde estariam os contentores, bem como nos inapropriados, onde sequer residem pessoas, nos blocos ligeiramente sem grandes moradores. Gostariamos que as operadoras de lixo se fizessem presentes na Centralidade, porque, segundo alguns moradores, quando o Presidente da República, João Lourenço, inagurou a mesma, viram-se contentores em vários pontos, mas depois do seu regresso os objectos sumiram sem deixar rasto, juro mesmo!

error: Content is protected !!