Editorial: Águas perigosas

Todos os anos os serviços de protecção civil emitem os devidos alertas sobre as áreas balneares não aconselhadas. noutras paragens isso significaria a colocação de bandeiras com determinada cor. mas aqui também se fixam placas informativas. para os banhistas, a informação até vai passando, mas falta outra informação importante sobre os perigos das águas e até vigilância especializada, que tem a ver particularmente com os rios e com os jacarés que os habitam. o Estado deve ter um mapa das áreas mais perigosas, deve seguir as possíveis migrações dos répteis e deve estabelecer verdadeiras barreiras ao acesso humano, é que os números de ataques de jacarés vão subido a cada ano. São muitas as vidas que se perdem.

error: Content is protected !!