SiC prende falsos enfermeiros no Zaire

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), na província do Zaire, deteve, nesta Sexta-feira, em Mbanza Kongo, três cidadãos nacionais que exerciam, ilegalmente, a profissão de enfermagem.

Em declarações à imprensa, o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional do Zaire, inspector-chefe Luís Bernardo, disse que os supostos enfermeiros foram surpreendidos a exercer a actividade em três postos privados de saúde, mas sem os documentos que os habilitam para o efeito. Disse que os acusados incorrem no crime de exercício ilegal de profissão, previsto e punível nos termos do artigo 236 do código penal, que pela sua moldura penal é passível de julgamento sumário.

Fez saber que outros oito cidadãos nacionais, supostamente envolvidos em crimes de furto qualificado em residências, estabelecimentos comerciais e na via pública, também foram detidos, em Mbanza Kongo, durante uma operação policial realizada nas últimas 72 horas. Luís Bernardo destacou, entre os detidos, a esposa de um suposto meliante em fuga, que colaborava nas acções criminosas do seu parceiro.

error: Content is protected !!