1º de Agosto pressionado a vencer o santa rita do uíge

Os militares procuram hoje, às 17:00, reforçar a liderança na recepção ao representante da terra do ‘Bago Vermelho, no Estádio 11 de Novembro’. Ontem, o Petro de Luanda, segundo classificado com 40 pontos, venceu (2-0) o Ferrovia do Huambo e reduziu a diferença pontual para um

O 1º de Agosto, líder com 41 pontos, entra em campo pressionado, porque o Petro de Luanda reduziram a diferença pontual para um, ao receber, hoje, o Santa Rita de Cássia do Uíge, no Estádio 11 de Novembro, às 17:00. Esta tarde, na continuação da 20ª jornada do Girabola 2019/2020, Campeonato Nacional, os militares que estão na sua máxima força só pensam na conquista dos três pontos.

Com a integração de Zito Luvumbo e Atouba, ambos estiveram lesionados, a equipa de Dragran Jovic tem mais argumentos no sector ofensivo para asfixiar o adversário e recuperar os quatro pontos de vantagem em relação ao concorrente directo na luta pelo título. Apesar do regresso dos dois atletas supracitados, Dragan Jovic terá de colocar em altura para colmatar a ausência de Bobó que contraiu uma lesão. Nas duas últimas temporadas, a equipa das Forças Armadas Angolanas venceu, em Luanda, os “católicos” do Uíge, tendo registado uma goleada, por 5-0.

Cada jogo com a sua história, é assim que pensa a formação que ocupa a “lanterna vermelha” com 12 pontos. Mesmo sabendo que os militares em casa não facilitam, o presidente do clube, Nzolani Pedro (na semana passada despediu o treinador Chivinda no banco de suplentes) acredita num bom resultado. Na terra da Paz, o Bravos do Maquis mede forças diante do Recreativo da Caála, a partir das 15 horas.

error: Content is protected !!