UCCLA acolhe lançamento do livro “A fabulosa galinha de Angola” de Luísa Fresta

A história é contada como uma fábula, voltamos a recorrer à personificação, ao humor e à poesia, para fazer passar a mensagem de uma forma lúdica

uma fábula que incorpora temas como a exclusão, a poligamia, a ostentação, o racismo, a extinção das espécies e a ecologia, são os ingredientes do livro infanto-juvenil “A fabulosa galinha de Angola” da escritora Luísa Fresta que será lançado a 22 do mês em curso, às 17 horas e 30 minutos, no auditório da UCCLA (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa), em Lisboa. “A fabulosa galinha de Angola” tem a chancela da Editorial Novembro e será apresentado por regina Correia.

No livro, através de um congresso de pássaros de África, em Angola, serão abordados temas como a exclusão, a poligamia, a ostentação, o racismo e a extinção das espécies. Neste congresso, os pardais tendem a buscar soluções para um estilo de vida que caminha para o abismo. A história é contada como uma fábula, voltamos a recorrer à personificação, ao humor e à poesia, para fazer passar a mensagem de uma forma lúdica.

A autora Luísa Fresta, portuguesa e angolana, viveu a maior parte da sua juventude em Angola, país com o qual mantém laços familiares e culturais. Reside em Portugal desde 1993. Publicou em 2012/13 uma série de crónicas sobre as décadas de 70/80 da vida em Luanda, através do Jornal Cultura – Jornal Angolano de Artes e Letras com o qual colaborou regularmente até 2015.

Escreve regularmente desde 2013 no portal O Gazzeta, coordenado por Germano Xavier e desde 2014 publica prosa e poesia no portal Entrementes – revista Digital de Cultura. Desde 2016 escreve também no jornal digital Artes & Contextos. A escritora tem disponível do mercado várias obras, como a intitulada “49 Passos/ Entre os Limites e o Infinito”, “Contexturas”, (contos), lançadas em 2014 e 2018.

error: Content is protected !!