“Angolanos não vão beneficiar do fundo salarial da FIFA”

Associação Nacional de Futebolistas de Angola (ANFA) está a trabalhar para que os atletas possam no futuro se beneficiar do fundo salarial, que tem como objectivo dar apoio financeiro atletas com salários em falta

O presidente da Associação Nacional de Futebol de Angola (ANFA), Igor Nascimento, disse, ontem, a este jornal que os futebolistas que actuam no país não vão beneficiar do fundo salarial criado pela FIFA e Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro). Igor Nascimento explicou que pelo facto de a sua associação não fazer parte da FIFPro, por enquanto, os atletas angolanos poderão ficar de fora deste projecto.

“Mas, estamos a trabalhar no processo de adesão da ANFA à FIFPro, pois teremos a resposta a 1 de Julho, data que entra em vigor o fundo, que dará apoio financeiro aos jogadores com salários em dívida”, revelou. Aliás, Igor Nascimento assegurou que o processo será um facto, porque inicialmente a associação angolana vai entrar como observadora, membro candidato e será culminado como efectivo.

Por esta razão, o antigo jogador aconselha os futebolistas que actuam no Campeonato Nacional à aderir a ANFA de modo a beneficiar do referido fundo salarial. Para finalizar, Igor Nascimento acrescentou que está marcada uma conferência jurídica da FIFPro na sua sede na cidade de Hoofddorp, na Holanda, nos dias 18 e 19 deste mês, onde se irá definir de forma concreta todos os critérios e procedimentos de distribuição do fundo em questão.

error: Content is protected !!