Carta do leitor: Mecanagro e o esquecimento

POR: Lemos Ganga/Luanda.

Melhor cumprimento. Antes endereço saudações a toda equipa deste matutino. A empresa nacional de mecanização agrícola, vulgo MECANAGRO, que durante décadas serviu de apoio a preparação de terras para fins agrícolas, e assistências técnicas aos equipamentos agrícolas, há mais de 2 anos que tem os seus trabalhadores entregue a sua sorte. Admiro como foi possível chegar até a este ponto, se olharmos para aquilo que foi o seu potencial em termos de infraestruturas a nível de todo território nacional. Diga-se mesmo que é uma das empresas do Ministério da Agricultura que fez alguns funcionários capitalistas. Certo mesmo é que, até hoje, os seus trabalhadores vivem momentos difíceis do ponto de vista económico e social, ao ponto de alguns não mais serem parte do mundo dos vivos. Muitos deles já em idade de reforma antes da sua extinção, e outros ainda com idade de dar sua contribuição para esta Angola, aguardam amargamente a solução final do seu destino (reformas ou indemnizações).Infelizmente, muitos viram as suas famílias desestruturadas nos últimos dois anos. A prior é que nem se quer são acompanhados do ponto de vista psicológico, o normal que seria responsabilidade institucional. Questiono-me: até quando o governo vai se manter silêncio perante este silêncio?

error: Content is protected !!