Editorial: Uma expressão esquecida em Angola

Jornal OPaís edição 1753 de 20/02/2020

Há expressões que, infelizmente, não entram nos discursos angolanos, nem nos da Oposição, nem nos do Executivo. Felicidade e justiça social são duas delas. A felicidade do povo não está nas preocupações dos políticos, preferem falar de coisas menos importantes, preferem perde-se em conceitos e assuntos que dizem respeito apenas a si. E, pior, arrastam o povo para esta direcção. Justiça social é outra das expressões ausentes. Tem a ver com as pessoas, pudera! Se os políticos não discutirem e não permitirem que se discuta a justiça social que nos falta, o povo fica ele próprio sem saber sequer da sua importância. A questão não se prende com a distribuição ou partilha do dinheiro em conta, como alguns pensam, tem a ver com desenvolvimento, com o futuro até do dinheiro dos ricos e com o poder dos poderosos. As nossas classes dominantes precisam mesmo de olhar para o país com outros olhos, de se actualizar, vir para o novo século.

error: Content is protected !!