Mãe esquarteja bebé de um ano à catanada por suposta prática de feitiçaria

Uma criança de um ano de idade, acusada de feitiçaria, foi morta pela progenitora, no município de Cangola, província do Uíge, cortejando-a com uma catana, informou a Polícia local.
Segundo a Polícia Nacional, que prestou, hoje (Quinta-feira), a informação, o crime ocorreu na aldeia de Quimbonzo, na comuna de Caiongo.

Pelas mesmas razões, a mãe, de 40 anos de idade, feriu mais três filhos, de onze, nove e sete anos de idade. Duas das crianças estão internadas no Hospital Provincial do Uíge, para onde foram evacuadas pela gravidade dos ferimentos.

A suposta autora do crime, identificada por Luisa Mário, encontra-se detida numa  unidade da Polícia Nacional na sede da municipalidade de Cangola.

Segundo a Policia, esta-se a apurar a saúde mental da suposta autora do crime.

O Pais

Deve ver notícias

error: Content is protected !!