Petro de Luanda “espreita” a liderança à condição

Em caso de vitória, hoje, frente ao Santa Rita de Cássia do Uíge, no Estádio 4 de Janeiro, os tricolores ascendem provisoriamente à liderança do Girabola 2019/20, com 43 pontos, relegando, assim, o 1º de Agosto para o segundo lugar

O Petro de Luanda, vice-campeão nacional, defronta hoje o Santa Rita de Cássia do Uíge, no Estádio 4 de Janeiro, na abertura da 21ª jornada do Girabola 2019/2020. Caso vença os católicos, os tricolores assumem, à condição, a liderança do Campeonato Nacional com 43 pontos relegando o 1º de Agosto para o segundo lugar. Ambas as equipas vêm de resultados diferentes, uma vez que a equipa do Catetão bateu o Ferrovia do Huambo por duas bolas a zero.

Por seu lado, o representante da terra do Bago Vermelho impôs um empate a zero diante do 1º de Agosto, tetra-campeão nacional. Apesar de jogar no reduto do adversário, os petrolíferos partem como favoritos, a julgar pela diferença dos dois plantéis. Mas, os tricolores terão que vestir o “fato-macaco”, uma vez que o Santa Rita vai criar muitas dificuldades. Por isso, os católicos demonstraram no jogo com o 1º de Agosto que têm argumentos para surpreender esta tarde o Petro de Luanda.

Em declarações à imprensa, o treinador do Petro de Luanda, Toni Cosano, reconheceu as qualidades do adversário, mas admitiu dificuldades. “Vamos encarar esta partida com muita responsabilidade. Só pensamos na vitória, embora reconheça que teremos muitas dificuldades”, afirmou. O Petro de Luanda não poderá contar com os préstimos de Job e Tó Carneiro por castigo federativo. Quem também não irá a jogo é o defesa central Danilson que se encontra lesionado, segundo o departamento médico tricolor.

error: Content is protected !!