Aumenta procura dos serviços de diagnóstico de VIH/SIDA

A procura dos serviços de diagnóstico do VIH/SIDA registou um aumento de mil e 576 casos no ano passado, comparativamente a 2018, informou, em Menongue, o supervisor municipal do referido Programa, Laurindo Ngongo

Em declarações à Angop, Laurindo Ngongo informou que 20 mil e 576 cidadãos acorreram, em 2019, aos serviços de saúde para saberem do seu estado serológico, enquanto em 2018 foi feito o diagnóstico a 19 mil cidadãos, com um número inferior a 500 casos positivos. Segundo o responsável, dos 20 mil 576 cidadãos referenciados, 592 obtiveram resultados positivos, entre os quais 83 homens e 509 mulheres.

Considera que estes resultados se devem às campanhas realizadas. “As pessoas entenderam dar mais importância ao uso dos métodos de prevenção contra a doença, sobretudo ao uso de preservativos”, cuja procura também aumentou. Quanto ao tratamento, explicou, sem precisar números, que em alguns casos tem havido abandono dos pacientes no seguimento do tratamento. Reconheceu que a intervenção do projecto da ADPP tem facilitado os trabalhos, já que os mobilizadores voluntários daquela organização se deslocam à casa dos pacientes, no intuito de sensibilizá- los a aderirem aos serviços.

Por esta razão, tem-se tido muita aderência e quase não se registam casos de abandono do tratamento. Disse, ainda, que a faixa etária que mais preocupa os serviços situa- se entre os 15 e os 49 anos de idade, com as senhoras em destaque. Dos 510 mil habitantes do Cuando Cubango, mais de 300 mil vivem na cidade de Menongue, sede provincial, daí a razão de comportar o maior índice de pessoas infectadas pela pandemia.

error: Content is protected !!