Câmara de Comércio Angola-Brasil defende mais formação para os empresários

A directora da Câmara de Comércio Angola-Brasil, Camila Silva, lamentou o facto de muitos empreendedores nacionais investirem em negócios e desconhecem a margem real dos seus lucros, por isso, defende maior aposta na formação por parte dos empresários de modo a ajudar na rentabilidade dos seus negócios

A responsável que falava em exclusivo a OPAÍS chamou à atenção aos jovens empreendedores que estão a ingressar para esta actividade a terem, pelo menos, o mínimo de informações sobre empreendedorismo e gestão de finanças antes de abrir uma empresa. Reforçou que a gestão de lucros e custos das empresas, a infra-estrutura, o engajamento ou a integração de uma equipa, são factores importantes para tornar uma empresa mais sólida.

Por isso, realça ser também muito importante que os empresários saibam corrigir os erros, identificar os factores determinantes para o crescimento da sua empresa e saber utilizar a tecnologia a favor do seu negócio, e não de forma supérflua que garante nenhum lucro para a empresa, segundo a directora. Para Camila Silva, actualmente, todas as áreas são sinónimo de oportunidades, não existem áreas mais importantes que as outras. Mas, acrescentou ser importante saber como investir de forma direccionada.

Por isso, a responsável da Câmara de Comércio que aproveitou a ocasião para elogiar o espírito empreendedor dos jovens angolanos, aconselhou antes de tudo, a de participarem em acções formativas para terem alguma base e aprenderem técnicas com vista a tornar os seus negócios mais rentáveis.

“Os jovens angolanos têm espírito empreendedor mas devem fazer de uma forma direccionada”, disse, tendo acrescentado que “há a necessidade de participar nas acções formativas para poderem saber como as coisas devem ser feitas”, acrescentou. Segundo a responsável, é com essa e outras preocupações que a Câmara de Comércio Angola- Brasil leva acabo em todo o país as formações sobre empreendedorismo. Camila Silva, salientou que, a Câmara de Comércio Angola- Brasil com a empresa Terra Brasil, na qual é a directora procuram capacitar e formar os jovens angolanos, passo a passo instrumentos capazes de tornar os seus negócios mais rentáveis e em crescimento.

A Câmara de Comércio Angola-Brasil formou durante o ano de 2019 um total de 5 mil jovens e pretende duplicar esse número ainda este ano. Entretanto, desde o início do ano já formou um total de 323 formandos nos últimos dias, uma vez que encontram-se já previstos 52 eventos por se realizar ao nível de todo o país. Nas formações são abordados temas relacionados às estratégias de venda, soltura de custos e lucros, expansão de empresa, rede de divulgação, expansão de Internet, como divulgar uma empresa, entre outros temas.

A Câmara de Comércio Angola-Brasil tem, entre as metas do ano em curso, a aposta na formação de jovens, para criar programas que permitam manter estáveis os seus negócios, de forma a corresponder aos seus objectivos.

error: Content is protected !!