Mais uma jovem morta após encontro marcado no Facebook

Antónia Manuel Fragão, jovem de 26 anos, de idade, foi encontrada morta, com sinais de agressões, depois de ter ido a um encontro marcado no Facebook com um “amigo”. O corpo de Antónia também foi encontrado no município do Cazenga, tal como o da jovem Sílvia Patrícia, morta nas mesmas circunstâncias

É o segundo crime que acontece na cidade capital praticamente da mesma forma: uma jovem marca um encontro com um suposto amigo do Facebook, fica desaparecida durante algum tempo e depois aparece sem vida, no município do Cazenga. Primeiro aconteceu com Silvia Patrícia, de 20 anos, que esteve desaparecida desde o dia 29 de Janeiro e apareceu morta no dia 7 de Fevereiro do corrente ano. A vítima mais recente, Antónia Manuel Fragão, conhecida no facebook como Manuella Fragão, terá saído de casa no dia do seu aniversário (21 de Fevereiro), com o objectivo de se encontrar com um amigo da rede social Facebook, que supostamente responde pelo nome de Arnaldo Cláudio.

O homem, tido como principal suspeito do crime, para além de amigo do Facebook é colega da vítima. Antónia, no dia que saiu para o referido encontro levou consigo uma pasta, livros, um computador portátil e o seu telemóvel. Infelizmente, depois de ter sido dada como desaparecida, três dias depois, neste caso, na Segunda-feira, 24, apareceu já sem vida, no município do Cazenga, com sinais de agressões. Em menos de um mês a cidade capital regista dois casos de encontros marcados na rede social Facebook que terminam com um assassinato. No primeiro caso citado, em que foi vítima a jovem Sílvia Patrícia, a Polícia confirmou a detenção de um dos suspeitos envolvidos na violação e assassinato da jovem de 20 anos.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, Hermenegildo de Brito, as investigações, desencadeadas conjuntamente com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), continuam. Antes de Sílvia sair de casa, localizada no Morro do Zamba II, deixou a filha, de 2 anos, com a irmã mais nova, de quem se despediu dizendo que iria a um encontro com um homem que teria conhecido no Facebook. Depois de estar desaparecida durante 24 horas, uma amiga de Sílvia Patrícia relatou à família que esta havia mandado mensagens a pedir por socorro.

error: Content is protected !!