Resultados do desfile competitivo da 42ª edição do Carnaval de Luanda são hoje divulgados na LAASP

No espectáculo assistido do princípio até ao fim pelo Presidente da República, João Lourenço, turistas de várias nacionalidades puderam expressar o seu sentimento de alegria, integrando e dançando em alguns grupos carnavalescos como o União Operário Kabocomeu, O União 54, entre outros

Os resultados do desfile competitivo da 42ª edição do Carnaval de Luanda realizado nos dias 22, 23 e 24, deste mês, na pista da Nova Marginal, serão divulgados hoje a partir das 8 horas, no auditório da LAASP – ex Liga Africana, pelos júris das classes infantil, B adultos e A adultos respectivamente. Os desfiles que envolveram 44 formações, das quais 15 da Classe Infantil, 16 da Classe B, de adultos, e 13 da Classe A, também de adultos, a última da competição, registaram algumas inovações em termos de criatividade ao nível da dança, da indumentária e das canções, todas elas com mensagens elucidativas.

Esta criatividade foi extensiva a quase todos os grupos, e em termos de dança pôde observar-se o retorno da Rebita, a inclusão do kuduro pelos Jovens da Cacimba, pela primeira vez no Carnaval competitivo de Luanda. Esta singela homenagem recaiu sobre os expoentes máximos deste estilo, Tony Amado, Sebem e tantos outros. As bessanganas associaram- se às mamãs quitandeiras, transportando bacias cheias de hortaliças, frutas e pescado diverso. Um outro pormenor a realçar é o retorno de alguns músicos que deram voz ao Carnaval. É o caso de Patrícia Faria, que, nesta edição, pelo União Kiela do Distrito Urbano do Sambizanga, interpretou a canção “Combatamos a Corrupção”, da autoria de Zezinho Loy; Calabeto, pelo União 10 de Dezembro, do Distrito Urbano da Maianga, interpretou a canção “Não à Caça Furtiva”.

Acácio Bimbes cantou “Luanda Nossa Tradição”; Baló Januário, pelo União Njinga A Mbande, o tema “Mamã Quitandeira”; Dom Caetano, “Marçal Ancestral”, pelo União Recreativo Kilamba; Lolito e Tony do Fumo Filho, pelo União Amazonas do Prenda, a canção “Comandante Vidal”. Pela primeira vez, o sofrimento de Jesus Cristo, vivido momentos antes da sua crucificação, foi levado e exaltado no Entrudo pelo União 17 de Setembro, do município do Kilamba Kiaxi. A canção intitulava- se “Biblia: “Mukanda ya Ngana Mzambi”. Este tema, segundo a intérprete Maria Lemos, teve como objectivo levar o público a reflectir em torno da sua fé e, ao mesmo tempo, convencer o júri. No espectáculo assistido do princípio até ao fim pelo Presidente da República, João Lourenço, turistas de várias nacionalidades poderam expressar o seu sentimento de alegria, integrando e dançando em alguns grupos carnavalescos como o União Operário Kabocomeu, o União 54, entre outros. Assistiram também ao desfile, o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, as ministras da Cultura, dos Desportos, da Educação, entre outros convidados.

error: Content is protected !!