Menor de dez anos morto numa disputa de terreno

Um cidadão nacional de 24 anos de idade foi detido, ontem, na Huíla, por crime de homicídio voluntário, por espancamento, contra um menor de dez anos de idade, depois de um desentendimento quando disputava um terreno.

O facto insólito aconteceu na comuna da Cainda, município de Quipungo, e, segundo os familiares, o acusado, para além de matar o menino pendurou-o numa árvore para tentar parecer que a criança cometeu suicídio. A disputa da parcela de terra envolveu as famílias do acusado e da vítima, tendo o primeiro encontrado o segundo a pastar gado no referido terreno, facto que levou- o à fúria, ao ponto de espancar o menor de 10 anos até à morte e posteriormente pendurá-lo numa árvore para simular enforcamento. Segundo um comunicado da Polícia local, o acusado foi encaminhado ao Serviço de Investigação Criminal(SIC) para os trâmites legais.

error: Content is protected !!