ANASO vai distribuir mais de um milhão de preservativos na ilha de Luanda

Na primeira campanha de sensibilização que ANASO vai realizar, no primeiro dia de Março, em alusão ao dia mundial “zero discriminação”, serão distribuídos um milhão e 100 preservativos, lubrificantes, para além de realizar 700 testes voluntários de VIH

O primeiro dia de sensibilização vai decorrer em toda a extensão da ilha de Luanda, onde os activistas falarão de várias formas de discriminação, oferecerão preservativos e farão testes de VIH em clínicas móveis, de forma que as pessoas conheçam o seu estado serológico. A actividade aparece no âmbito da campanha “zero discriminação”, que vai de 1 a 7 de Março, segundo o presidente da ANASO, António Coelho.

O evento vai servir para dar voz às vítimas de preconceito, bem como evitar que a discriminação se coloque como um obstáculo no caminho para alcance de ambições, objectivos e sonhos a favor das pessoas com o vírus. Segundo António Coelho, actualmente há uma grande dificuldade em se ter dados concretos sobre a estigma e discriminação, em função da falta de entendimento do que é o fenómeno e de como denunciar ou receber apoio e orientação. Por isso, acha ser importante sensibilizar todos, de modo que se envolvam na luta contra o estigma e discriminação.

“O objectivo da campanha é sensibilizar a população em geral a não discriminar, a aprofundar e a potenciar conhecimentos sobre as doenças sexualmente transmissíveis e experiências que podem ser partilhadas”. A semana “zero discriminação” vai decorrer de 1 a 7 de Março, contará com várias actividades de sensibilização no combate ao estigma e a discriminação, para o alcance das metas 90-90-90 no âmbito dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

leave a reply