Carta do leitor: Crianças problema

Caro director, Sei que o país não está bem, mas também não é preciso que as pessoas vivam de forma tão desigual. Basta irmos aos mercados de Luanda, ou estarmos na estrada, para vermos, à qualquer hora do dia ou da noite, o número de crianças que trabalha, ou tenta ganhar a vida e não frequenta a escola. As autoridades, para estas coisas nunca têm olhos.

Milhares de crianças angolanas pupulam pelos mercados a transportar mercadorias, a vender sacos, a chamar clientes. Muitas destas crianças estão em risco, basta ver o número de adolescentes que já são mães e que nunca frequentaram uma escola. É chocante. Temos mesmo vários países diferentes em Angola. Alguns dirigentes podem estar satisfeitos porque têm os fi lhos a estudar lá fora ou em colégios caros, mas enganam-se. Quando envelhecerem, os seus fi lhos vão ter de lidar com o grande problema que sãos estas crianças dos mercados. Nunca ouvi um pronunciamento ofi cial de algum dirigente sobre estas crianças.

Estão mesmo esquecidas e desprezadas, mas um dia contarão, só espero que não seja
de forma muito dolorosa.

Francisco Silva Luanda

error: Content is protected !!