Kangamba em liberdade, diz assessoria

O tenente-general na reforma Bento dos Santos “Kangamba” foi posto hoje liberdade, depois de ter sido detido no passado Sábado pela Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal daProcuradoria Geral da República.

“A força do direito sobrepôs-se ao direito da Força”, lê-se num lacónico comunicado posto a circular nas redes sociais.

Entretanto, o comunicado não explica se Kangamba saiu sob alguma medida cautelar de coacção.

Contacto por OPAÍS, um membro da assessoria de Bento Kangamba promete um comunicado mais detalhado ainda hoje, mas avançou que a soltura do general era inevitável.

“Era inevitável, não se compreende o que aconteceu, não havia ponta por onde pegar e sustentar a sua prisão”, comentou. Já o porta-voz da PGR tem mantido o seu telefone desligado, pelo que OPAÍS não pôde, até ao momento da elaboração desta notícia, obter um pronunciamento oficial das autoridades sobre o caso.

error: Content is protected !!