Trezentas jornalistas discutem África em Marrocos

A Rede de Mulheres Jornalistas, dos 54 países de África, volta a reunir-se na cidade de Casablanca, em Marrocos, para a terceira edição do Fórum de Mulheres jornalistas

Trezentas jornalistas africanas estarão reunidas a partir de amanhã, Sexta-feira, 6, na terceira edição do encontro, para analisarem temas como as urgências climáticas e “África autora da mudança”. Sob iniciativa da media marroquina 2M, o evento será igualmente suportado pela Rádio 2 M e o comité de paridade e diversidade.

De acordo com informações a que tivemos acesso, estarão no encontro profissionais que pensam África e pretendem, através da criação da sua própria plataforma de jornalistas do continente, criar opinião no espaço africano, demonstrando as suas capacidades e ser o autor da própria história. Um outro objectivo, segundo a organização, é contribuir para a existência de meios de comunicação social africanos mais coesos, unidos e fortes, acreditando que seja este o caminho para a sua autonomia.

Um assunto que está à mesa à volta do mundo e sabendo que as mudanças climáticas constituem uma questão urgente no continente berço e determinam o seu desenvolvimento, assegura a organização, acrescentando que isso “afecta directamente a produção agrícola e alimentar, dai que uma vez mais as panafricanas devem unir-se para alertar, educar, informar e influenciar as sociedades para a resiliência face às mudanças climáticas”. A organização apela a uma mudança radical e urgente em nome do desenvolvimento e da salvaguarda de vidas em África.

error: Content is protected !!