Carta do leitor: Trevas na via Expressa

POR: Ikaka Manuel

Director do OPAÍS, bom dia e óptima disposição. A Via Expressa, uma zona onde circulam automobilistas de vários pontos da província de Luanda, vive dias escuros. Os postes de iluminação pública estão apagados faz tempo, se bem me lembro, somente num ponto é que há lâmpadas acesas. O resto da viagem, à noite, é feita com os máximos da viatura e, consequentemente, encadearmos os colegas, querendo ou não. Não sei quando é que vai terminar a escuridão na Via Expressa, aliás é estruturante para a vida dos cidadãos. Ela iluminada ajuda a reduzir os acidentes de viação, bem como os atropelamentos. Não sei por que razão é que as autoridades não se fazem ao trabalho para tornar a via numa autêntica zona iluminada. Isto não faz mal a ninguém e nem é cobrar muito a quem deve fazer este trabalho, porque é um serviço público. Mas a resistência das autoridades, muitas vezes, leva o cidadão a concluir que os dirigentes angolanos não amam o seu povo. Este quadro, à luz do projecto corrigir o que está mal e melhorar o que está bem, deve ser invertido. No entanto, concluo, embora não seja perfeito, que alguns dirigentes angolanos só têm noção do que é material para o usufruto próprio, porém, o que é o ideal, moral e ético só ouvem falar e não põem em prática, portnto, isso coloca no “pause” o desenvolvimento do Estado meus senhores!

error: Content is protected !!