Espanha regista a quinta morte EUA admitem que não têm material suficiente para testes

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus aumentou para 97.510, das quais mais de 3400 morreram. A epidemia já afectou mais de 85 países e territórios. Portugal regista nove casos confirmados e em Espanha já morreram quatro pessoas

Já há cinco mortes em Espanha Um homem de 87 anos é a quinta vítima mortal em Espanha devido à infecção provocada pelo novo coronavírus. Estava internado num hospital de Saragoça e apresentava outras patologias graves, informou esta Sexta-feira a responsável pela pasta da Saúde do Governo regional de Aragão, Pilar Ventura. Antes tinha sido confirmada a morte de uma mulher num lar de idosos nos arredores de Madrid.

Vaticano regista o primeiro caso de Covid-19

O Vaticano confirmou o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, avança a AFP. O porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, refere que o caso foi descoberto na Quinta-feira. “Hoje de manhã, todos os serviços da Direcção de Saúde e Higiene do Estado da Cidade do Vaticano foram, temporariamente, suspensos para higienizar os ambientes após um caso positivo para o Covid-19 detectado, ontem, num paciente”, afirmou Matteo Bruni, citado pelo jornal La Repubblica. Afirmou ainda que os protolocos de saúde previstos foram accionados.

Bruxelas garante esforços para ultrapassar surto “o mais rapidamente possível”

A Comissão Europeia garantiu esta Sexta-feira “fazer tudo o que pode” para ultrapassar o surto do novo coronavírus “o mais rapidamente possível”, vincando que este é um “momento fundamental” para os países da União Europeia (UE) adoptarem medidas. “Quero aproveitar esta oportunidade para enviar as minhas condolências a todos os que foram afectados por este recente surto e para garantir que estamos a fazer tudo o que é possível, enquanto Comissão Europeia e com os Estados- membros, para o ultrapassar o mais rapidamente possível”, declarou a comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides.Em declarações prestadas à imprensa na entrada para uma reunião dos ministros da Saúde da UE sobre o surto, em Bruxelas, a responsável notou que “Conselho de hoje é realizado num momento fundamental no que toca aos esforços para enfrentar o desafio do Covid- 19”. “Vamos olhar para a preparação dos Estados-membros, as suas necessidades, mas também para a necessidade de sermos solidários neste momento”, concluiu Stella Kyriakides.

China regista 143 novos casos e mais 30 mortos

A China anunciou esta Sexta-feira 143 novos casos de infecção e mais 30 mortes, devido ao surto de Covid-19, a maioria na província de Hubei, onde o coronavírus foi detectado, pela primeira vez, em Dezembro passado. Até à meia-noite de Sexta-feira (hora local), a China continental, que exclui Macau e Hong Kong, somava, no total, 3.042 mortes e 80.552 casos de infecção, mais de 80% do conjunto global, apesar dos surtos recentes em Itália, Irão, Coreia do Sul e Japão. O surto de Covid-19, que pode causar infecções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3450 mortos e infectou mais de 97 mil pessoas em mais de 80 países, incluindo nove em Portugal.

error: Content is protected !!