Carta do leitor: Kupapatas e lixo

Melhores cumprimentos. Com bastante atenção acompanhei na nossa TPA1 a notícia que fazia referência ao modelo de recolha de lixo na porta do cidadão, na cidade do Lubango. Bem haja, que isso seja sustentável nas terras da Huíla, onde o modelo da nova governação revela-se uma facto, a julgar pela actual imagem que a velha cidade tem vindo a ganhar, depois de muitos anos de degradação acentuada e a rebentar por tudo que é canto (ruas esburacadas, jardins ruins, esgotos a céu aberto, etc.), o que não dignificava a cidade.

A ser sustentável este modelo de recolha de lixo, ainda que não seja nacionalizado, para o caso de Luanda haverá pois, necessidades das administrações municipais em esclarecer o destino das motos de 3 rodas que tinham sido distribuídas para a recolha de lixo nos bairros, na governação de Higino Carneiro e que não chegaram a ser usadas.

Em alguns municípios as mesmas estavam parqueadas nas respectivas administrações e nos tais pontos de transferências criados para o efeito. Mais depois da saída do governador Higino ela sumiram para sempre. Qual foi o destino dado então? Se é património público, um esclarecimento precisa ser dados. Lemos Ganga/Luanda

error: Content is protected !!