Sobe número de infectados por Covid-19 na Coreia do Sul e Portugal

As autoridades de saúde sul-coreanas anunciaram hoje 367 novos casos de contágio pelo novo coronavírus, elevando para 7.134 o total de infectados no país, onde já morreram 50 pessoas com a doença Covid-19.

Todos os novos casos terão ligação a um funcionário de uma fábrica de Felgueiras.

Na noite de sábado, a Direção-Geral de Saúde tinha avançado com 21 casos confirmados, três dos quais crianças. Segundo o último boletim epidemiológico, aguardava-se o resultado laboratorial para 47 casos suspeitos, havendo ainda 412 pessoas sob vigilância das autoridades.

Dos casos confirmados, pelo menos dez estavam ligados à mesma pessoa, tendo acontecido por contágio secundário.

Em conferência de imprensa na noite de sábado, a ministra da Saúde anunciou que o Governo decidiu encerrar algumas escolas no norte do país e suspender, na mesma região, as visitas a prisões, lares e hospitais, para conter o contágio com Covid-19.

Na noite de sábado foi ainda instalado um hospital de campanha do INEM no parque de estacionamento do Hospital de São João, no Porto, para fazer face ao aumento do número de casos confirmados em Portugal, sobretudo na região norte.

 Pelo Mundo

Segundo a AFP  , no total, foram registadas 1.146 novas contaminações e 35 mortes desde o último balanço, realizado às 17 horas de Sexta-feira.O  Jornal de Notícias, dizia que havia o registo de casos em 94 países, entre os quais Portugal.

O balanço da AFP mostra que a China, à excepção dos territórios de Hong Kong e Macau, conta com 80.651 casos, dos quais 3.070 morreram. A AFP diz que, entre o final da tarde de Sexta-feira e a manhã de ontem, surgiram 99 novas contaminações e 28 mortos na China.

No resto do mundo, registaram-se 1.047 novos casos desde as 17:00 de Sexta-feira. Depois da China, os países mais afectados são a Coreia do Sul (6.767 casos, dos quais 483 são novos), Irão (4.747 casos, com 124 mortes), Itália (4.636 casos, 197 mortes) e Alemanha (684 casos, sem registo de casos mortais). O balanço da AFP foi elaborado com dados recolhidos junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde

(Lusa/TVI24/OMS)

 

error: Content is protected !!