Região judicial Sul intensifica acções contra corrupção

O subprocurador-geral titular da república na Huíla, Hernâni Beira Grande, reafi rmou na passada Segunda-feira a aposta na intensifi cação das acções para desencorajar os actos de corrupção na região que integra as províncias do Cunene, Huíla, Namibe e Cuando Cubango

Ao falar na condição de coordenador da Região Judicial Sul, Hernâni Beira Grande sublinhou a necessidade de se primar pelo rigor nesse combate. Na apresentação do novo subprocurador titular do Cunene, Américo Cassoma, o coordenador da Região Judicial Sul apontou como uma das prioridades do sector a aproximação dos serviços de justiça à população. No acto em que esteve presente a governadora do Cunene, Gerdina Didalelwa, o novo sub procurador titular do Cunene, Américo Cassoma, apelou para a colaboração da sociedade no interesse do cidadão e da defesa da legalidade.

Mantém-se superlotação na cadeia do Peu Peu

O Estabelecimento Prisional do Peu Peu, no município de Ombadja, província do Cunene, continua a registar superlotação, tendo cem reclusos a mais da sua capacidade. A unidade prisional, actualmente com mil e 600 reclusos, tem capacidade para mil e 500 e recebe também presos da vizinha província da Huíla, segundo o director do Serviço Penitenciário na província do Cunene, José Celestino.

De acordo com o responsável, que falava à margem de um encontro com o coordenador da Região Judicial Sul, Hernâni Beira Grande, a situação já se reflecte na acomodação dos presos. Para minimizar esse quadro, o responsável informou que foi projectada a construção da cadeia de Ondjiva, com capacidade para 500 reclusos, cujas obras estão paralisadas há seis anos, por falta de financiamento.

error: Content is protected !!