Petro relança esperança do 1º de Agosto no Girabola

os tricolores perderam pontos, ontem, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, ao perderem por 1-0 com o Desportivo da Huíla, em jogo de atraso referente à 18ª jornada. Ainda assim, lideram a prova, mas com dois pontos de diferença em relação ao segundo, o 1º de Agosto

O Petro de Luanda relançou ontem a esperança do 1º de Agosto na corrida ao título do Girabola 2019/2020. No embate de atraso da 18ª jornada frente ao Desportivo da Huíla, no Estádio 11 de Novembro, os tricolores perderam por uma bola a zero. Por causa disto, os petrolíferos mantêm a diferença de dois pontos em relação ao rival de longa data na tabela classificativa, o 1º de Agosto.

A derrota do emblema do Catetão, em casa, é resultado dapostura do Desportivo da Huíla em campo, no Estádio 11 de Novembro. A formação orientada por Mário Soares entrou mais ousada nos primeiros minutos. Por isso violou mais cedo a baliza de Élber.

Aos doze minutos, Mendes, numa jogada de contra-ataque, marcou o único golo da partida, “gelando” os adeptos do Petro nas bancadas. Depois do golo, os pupilos de Toni Cosano reagiram, mas sem sucesso, pois pecavam na finalização antes de o árbitro mandar todo o mundo para os balneários. No reatamento da partida, os tricolores entraram com um futebol mais balançado para o ataque. Não foi um dia de sorte para os avançados do Petro. Muitas bolas bateram no “ferro”, por isso o líder da prova deve queixar-se de si mesmo.

error: Content is protected !!