Navio Patrulha-oceânico “Amazonas” atraca no Porto de Luanda

Um navio da Marinha do brasil chega este Sábado, 14, ao Porto de luanda, onde vai permanecer das 14 às 16 horas para ser visitado pelo público interessado

Uma nota da Embaixada do Brasil enviada aO PAÍS informa que a passagem pela capital angolana faz parte de exercícios em conjunto com países africanos na protecção do Golfo da Guiné. O Navio Patrulha-Oceânico “Amazonas”, partiu a 17 de Fevereiro da Base Naval do Rio de Janeiro e chegou a Walvis Bay (Namíbia) no dia 28 de Fevereiro a fim de participar no exercício “Obangame Express 2020”, que envolve militares dos países de África, Europa e América. O objectivo do treinamento é permitir que os países participantes forneçam a segurança marítima adequada no Golfo da Guiné contra a pirataria, tráfico de drogas e armas, sequestro, pesca ilegal e outras actividades ilícitas na região.

Nesta operação, que acontece todos os anos, o Navio da Marinha do Brasil realizará exercícios na costa de Angola, República do Congo e República Democrática do Congo. Na “Obangame Express 2020”, militares de várias marinhas estarão a bordo para fortalecer laços de amizade e comparar procedimentos operativos empregados. O exercício exercerá e avaliará a interoperabilidade regional, a relação multinacional de comando e controlo e a proficiência marítima dos países africanos com os seus parceiros regionais do Golfo da Guiné, juntamente com os países americanos e os europeus.

Durante a operação, as actividades de interdição marítima, técnicas de abordagem, treinamento médico, e o emprego de armamentos, serão realizados com o embarque de diversas equipas dos países africanos participantes nos meios presentes na Área de Operação. Durante a comissão, o navio realizará actividades operativas e de representação visitando os portos de WalvisBay (Namíbia), São Tome e Príncipe (STP) e Luanda (Angola).

error: Content is protected !!