Editorial: Comunicar e comunicar

Angola está a portar-se bem quanto ao Coronavírus. Até agora, o Governo tem-se esforçado por comunicar, apesar da hesitação inicial. Na verdade, fazer silêncio agora seria criminoso. O mundo não o entenderia. Há que alertar, há que comunicar, há que fazer todos os possíveis para prevenir, sobretudo num país em que há tão pouco para tratar. A Itália já recebe médicos chineses, a Espanha já recebe medicamentos cubanos, a África, palco de todas as doenças, tem sido relativamente poupada até agora.

Esperemos que continue poupada até ao fim. Angola tem de manter a população informada, atenta. Na verdade, não há nada mais eficaz do que a prevenção. Há que silenciar as falsas notícias, há que transmitir confiança. Comunicar, bem, continua a ser a mais eficaz das armas.

error: Content is protected !!