COVId encerra fronteiras entre Portugal e Espanha

As fronteiras entre Portugal e Espanha fecharam-se desde as 23 horas desta Segundafeira. A medida foi anunciada por Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna de Portugal, e vai vigorar pelo menos até 15 de Abril

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita (Foto: Mário Cruz/Lusa)

“A partir das 23 horas de Portugal, 24 horas em Espanha, serão repostos os controlos [fronteiriços], que se traduzirão no funcionamento de, exclusivamente, nove pontos de fronteira”, disse Eduardo Cabrita ontem, Segunda-feira, segundo o Jornal de Notícias. Nestes locais, apenas será autorizada a circulação de veículos de mercadorias, cidadãos espanhóis residentes em Portugal (ou vice-versa), pessoal diplomático e doentes que necessitem de cuidados de saúde. Ou seja, haverá uma restrição de “todas as circulações que não sejam de mercadoria ou de trabalho”, resumiu o ministro.

O tráfego aéreo entre os dos países também vai ser suspenso, bem como a ligação ferroviária e as duas ligações fluviais existentes – uma no Minho e outra no Algarve -, o que significa que “estarão impedidas todas as circulações ou de lazer entre os dois países”, afirmou Cabrita. O dia 15 de Abril, acrescentou, foi escolhido como limite das restrições (ainda que estas estejam sujeitas a prolongamento) por corresponder ao “momento imediatamente seguinte à Páscoa”. Até lá, as embarcações de recreio espanholas também deixam de poder atracar nas marinas portuguesas.

Ministro não exclui vir a suspender voos da UE

Para já, os voos vindos de outros países europeus não são suspensos, mas Eduardo Cabrita não exclui vir a fazê-lo no futuro. “Vamos avaliando em função das circunstâncias efectivas, sempre dentro de um princípio de coordenação”, esclareceu o ministro. Entre Portugal e Espanha ficam abertos nove postos fronteiriços, de modo a permitir a entrada de mercadorias e as circulações de cariz laboral. São eles Valença-Tui, Vila Verde da Raia-Verín (perto de Chaves), Quintanilha-San Vitero (junto a Bragança), Vilar Formoso, Termas de Monfortinho, Marvão, Caia-Badajoz, Vila Verde de Ficalho-Rosal de la Frontera (próximo de Serpa) e Vila Real de Santo AntónioAyamonte.

As restrições que vigoram a partir da noite desta Segundafeira “correspondem às regras europeias de gestão de fronteiras e integram-se nas orientações hoje [Segunda-feira] aprovadas na reunião de ministros da Saúde e da Administração Interna” da União Europeia, concluiu Eduardo Cabrita. O ministro do Interior espanhol também já anunciou estas medidas aos cidadãos do seu país.

 

error: Content is protected !!