Petróleo Brent abre abaixo de uSD 30

O mercado do petróleo voltou a abrir abaixo da marca de 30 dólares por barril, novamente pressionado pela pandemia do Coronavírus, que desacelera o crescimento económico, e pela guerra de preços entre a Arábia Saudita e a Rússia

O barril de petróleo Brent, para entrega em Maio, abriu ontem, Quarta-feira, em baixa, ao cotar-se a 28,30 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 2,11% que no final da sessão de Terça-feira. Países como os Estados Unidos e Canadá, além de nações na Europa e na Ásia, tomaram medidas sem precedentes para conter o vírus, que já matou sete mil e 500 pessoas.

Diversos governos ordenaram a restrição de movimentos e o fechamento de negócios, reduzindo a demanda por combustíveis. Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 1,32 dólar, ou 4,39%, a 28,73 dólares por barril, primeira vez em que o valor de referência internacional termina uma sessão abaixo dos 30 dólares por barril desde 2016. As quedas ampliaram-se em negócios pós-fechamento.

Os analistas estimam que a guerra de preços possa levar ao afundamento do “ouro negro”, para cerca de 20 dólares por barril, a menos que os sauditas e os russos voltem a negociar. A OPEP estima que este ano o total da procura de petróleo não ultrapasse, como tinha calculado, a barreira psicológica dos 100 milhões de barris diários, mas que fique numa média de 99,73 milhões de barris.

error: Content is protected !!