“Não há angolanos infectados com Covid-19 na África do Sul”

A embaixadora de Angola naquele país, Filomena delgado, recomendou à comunidade do nosso país a obedecer o protocolo da organização Mundial da Saúde e o Plano de Contingência apresentado pelas autoridades sul-africanas

As autoridades dizem não haver registo de angolanos infectados com o vírus do Covid-19 até ao momento, apesar de se ter registado já 116 pessoas, segundo uma nota de imprensa enviada a OPAÍS. “Deste universo, não há nenhum angolano infectado, pelo que esta Missão Diplomática, através dos Sectores da Saúde e Consular, criou uma cadeia de comunicação dinâmica para acompanhar a evolução da situação das nossas comunidades”, diz o comunicado.

A embaixadora de Angola na África do Sul, Filomena Delgado, recomenda às comunidades angolanas a obedecerem o Protocolo da Organização Mundial da Saúde (OMS), e o Plano de Contingência apresentado pelas autoridades sul-africanas que vai sendo adoptado em função do alastramento da epidemia. Segundo o documento, nesta Quarta- feira, 18, as autoridades sulafricanas encerraram todas as escolas do ensino geral e universidades em obediência ao Plano de Contingência, depois do Presidente Cyril Ramaphosa ter declarado, no Domingo, 15, Estado de Desastre Nacional.

Foram encerrados 35 dos 72 Postos de Entrada na África do Sul. Este encerramento não afecta a circulação de mercadorias. Neste momento, estão em quarentena na cidade de Polokwane, província de Limpopo (225 Km de Pretória), cerca de 150 cidadãos sul-africanos evacuados da China. Dos 116 casos positivos de Covid- 19 confirmados na África do Sul, nenhum resultou em morte. O país é muito sensível devido à constante movimentação económica, turística e demográfica. O Presidente Cyril Ramaphosa propôs um dia nacional de oração por causa do surto de Covid-19.

leave a reply