Jurista quer harmonização dos planos curriculares do ensino do direito

O jurista e juiz conselheiro do Tribunal Constitucional Carlos Teixeira sugeriu ontem, Sexta-feira, no dundo, a harmonização dos planos curriculares dos cursos de direito, atendendo a realidade socioeconómica de cada região do país, segundo a Angop

O jurista, que participa no 4º Encontro Nacional dos Estudantes de Direito, na cidade do Dundo, indicou que os planos curriculares em Angola devem seguir a dinâmica da evolução das ciências. Entende que, se os planos curriculares de Direito forem harmonizados de acordo com a realidade de cada região do país, vai-se dinamizar a qualidade de ensino nesta área e promover quadros capazes de compreender melhor os fenómenos ligados ao sector da Justiça.

Por seu turno, o secretário de Estado para Reforma de Estado, Márcio Daniel, defendeu um novo modelo de formação de juristas, face aos futuros desafios do país. Observou que, actualmente, o país tem mais licenciados em Direito que propriamente juristas capazes de dar soluções ao que o legislador consagrou, daí a necessidade da revisão do modelo de formação de juristas. O encontro, que congrega 125 estudantes de Direito oriundos das 18 províncias do país, analisa, entre outros, o ensino do Direito em Angola.

error: Content is protected !!