Lourenço e Lutukuta, estamos convosco

Angola vive um momento em que todos devem revelar sentido alto de Estado. É preciso união. É obrigatório fazer-se parte de uma única trincheira. O inimigo já sabemos quem é. Há doentes de Covid-19 em Angola, está confi rmado. Há em Angola como há em quase todos os países do Mundo.

Esta não é hora para buscar culpados, é hora de salvar vidas, de preservar o maior activo do país, que são os angolanos. Há um Titular do Poder Executivo em Angola, é quem governa e delega poderes aos seus auxiliares, é em torno deles que se deve unir a Nação. É a eles que a inteligência de cada angolano deve ajudar, para o bem de todos.

Os membros dos partidos da Oposição são também angolanos, são também responsáveis pelas vidas dos cidadãos, são também potenciais vítimas. Devem unir-se em torno e em nome de Angola, que tem um Governo e que coordena as acções da luta contra a pandemia. O resto é o resto e fi ca para depois, não se irá perder.

Cada cidadão que observar com rigor as medidas anunciadas pelo Governo e pela Organização Mundial da Saúde estará a prestar um serviço de extrema importância ao país, aos seus familiares, aos seus próximos. Estará a aliviar a carga sobre os ombros do pessoal do serviço médico e sanitário. E é tudo o que se pede a cada um.

É hora de esquecer as divergências políticas, particularmente para este caso, há bastantes exemplos do mundo para termos percebido o tamanho do monstro e para termos aprendido que ele é implacável e que se nos apanha em desunião na observação das regras de contenção pode transformar o país num inferno.

error: Content is protected !!