BNA orienta bancos a manterem serviços durante o período de emergência

enquanto autoridade reguladora, o Banco Nacional de Angola orienta que as instituições financeiras devem garantir o funcionamento pleno e regular dos Caixas Automáticos/ATM e terminais de pagamentos (pOS) em toda rede nacional

As instituições financeiras devem garantir a normal prestação dos seus serviços, nomeadamente, mas não limitados a depósitos e levantamentos de numerário, transferências domésticas e internacionais, emissão de cartões de pagamentos domésticos e internacionais, emissão de extractos de conta de clientes, entre outros, assegurando que o acesso às suas instalações obedece às condições de segurança sanitária recomendadas pelo Ministério da Saúde, quer dentro como fora destas, avança o Banco Nacional de Angola, em nota.

Refere ainda que as instituições financeiras devem continuar a garantir o atendimento regular de reclamações, incluindo por via presencial, em cujos casos serão observadas as medidas de segurança emitidas pelo Ministério da Saúde. A nota acrescenta que as instituições financeiras devem aceitar a exibição de documentos cujo prazo de validade expire durante o período de vigência do actual estado de emergência ou nos 30 dias imediatamente anteriores ou posteriores.

“As instituições financeiras devem disponibilizar meios alternativos, nomeadamente contactos de telefone, e-mail, homebanking ou outras soluções digitais que garantam o acesso regular às contas e saldos dos seus clientes e permitam a realização remota de operações”, lêse no documento do Banco Central.

As instituições financeiras devem garantir o funcionamento pleno e regular dos Caixas Automáticos/ATM e terminais de pagamentos, POS, em toda rede nacional Relativamente ao encerramento temporário de algumas agências e dependências, as instituições financeiras devem informar o público em geral, qual a agência mais próxima que garantirá a prestação dos serviços aos seus clientes Quanto à prestação de serviços de remessas e recepção de valores, as instituições financeiras autorizadas para o efeito devem garantir a manutenção dos referidos serviços, podendo, excepcionalmente, aceitar transferências bancárias dos ordenantes, para liquidação das operações, quando observadas as exigências relativas à regulamentação sobre o combate e prevenção aos crimes de branqueamento de capital e financiamento do terrorismo (AML/CFT). No período de emergência, o Banco Nacional de Angola assegurará o atendimento regular de reclamações, pedidos de esclarecimentos e denúncias mediante os seus canais habituais, nomeadamente.

 

 

error: Content is protected !!