Ex-Presidente mauritano dá três meses da sua pensão ao fundo de luta contra Covid-19

O ex-Presidente mauritano, Sidi Mohamed Ould Cheikh Abdallah (2007-2008), ofereceu três meses da sua pensão de reforma ao Fundo Nacional de Solidariedade para a luta contra a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), anunciou a imprensa local na Sexta-feira

*(PANAPRESS)

Estes três meses de pensão acumulados representam uma contribuição total de 186 mil 984 ouguiyas mauritanas (MRU) e, um ouguiya equivale a pouco mais de cinco dólares americanos.

Quinta-feira, Abdallah saudou uma série de medidas anunciadas pelo actual Presidente mauritano, Mohamed Cheikh Ghazouani, como parte de um plano para conter e mitigar os efeitos sanitários, económicos e sociais da pandemia do novo Coronavírus sobre o povo e a economia da Mauritânia, através de uma mensagem à nação, na noite de Quarta-feira.

Sidi Mohamed Ould Cheikh Abdallah foi derrubado por um golpe de estado liderado pelo antecessor de Ghazouani, o general Mohamed Ould Abdel Aziz, a 6 de Agosto de 2008.

O Pais

Deve ver notícias

error: Content is protected !!