COVD-19: Enfermeiros reformados reintegrados na Huíla

A Ordem dos Enfermeiros de Angola, na Huíla, iniciou esta terça-feira, no Lubango, inscrições de filiados seus já reformados e os recém-formados, mas no desemprego, para serem voluntários nos centros de quarentena institucional espalhados pela província.

A informação foi avançada, hoje, à ANGOP, pela presidente da referida Ordem, Lusia Muhongo, explicando que nas primeiras horas da manhã tinham sido já inscritos 700 profissinais nesta condição, que vão reforçar, em caso de necessidade, os serviços em unidades sanitárias.

Disse que a iniciativa é da Ordem a nível nacional, face a pandemia que está a assolar o mundo e o país, em particular.

Luisa Muhongo detalhou que a mesma convoca todos os profissionais com carteira de enfermagem, inscritos na Ordem, que tenham terminado os seus cursos, asssim como os reformados para serem auxiliares à causa e ajudarem a salvar vidas, de forma voluntária.

Esclarecu que o registo decorrerá até sexta-feira, sem limitações de números, na Ordem dos Enfermeiros localizada no bairro Lucrécia, junto ao Colégio Esperança, fazendo-se os interessados acompanhar das suas cédulas profissionais.

“Apelo maior apoio e compreensão das famílias e companheiros dos profissionais de enfermagem, engajados nesta arte ariscada, mas honrosa tarefa dos seus parentes que juraram cuidar da saúde da população a qualquer preço (….)”, expressou a responsável.

error: Content is protected !!