Lixo dos centros de quarentena será queimado

A Agência Nacional de Resíduos e a Direcção Nacional do Ambiente, após visita aos centros de quarentena do Calumbo 1 e 2, decidiram incinerar, depois de passarem por processo de desinfestação, todos os resíduos produzidos nos referidos centros, por questões de segurança

A visita daqueles dois órgãos do Ministério do Ambiente aconteceu para acautelar o descarte descontrolado dos resíduos e garantir a gestão segura dos mesmos, segundo a diretora do gabinete de Comunicação e Imagem do Ministério do Ambiente, Elizabeth Smith. Após interagirem com representantes da Casa de Segurança do Presidente da República, decidiu- se fazer a gestão imediata dos resíduos dos centros, com a disponibilização de contentores apropriados para cada tipo de resíduo, transporte, desinfecção e a sua incineração. “A eliminação desse tipo de resíduos por queima garante segurança pública. Actualmente, quanto aos resíduos produzidos pelos centros de quarentena, está garantida a sua adequada gestão”, reforçou em comunicado feito chegar a OPAÍS.

Protagonizado pelo Ministério do Ambiente, por via da Agência Nacional de Resíduos e da Direcção Nacional do Ambiente, o acto serve para prevenir o contágio por via de resíduos usados por pessoas suspeitas de contágio pelo novo Coronavírus que se encontram nos centros de quarentena. Para o efeito, várias operadoras competentes na gestão de resíduos perigosos foram contactadas e os referidos contentores já se encontram nos centros, com o apoio incondicional e sempre disponível da Casa de Segurança. “Com a situação actual, resultante do Decreto de Estado de Emergência, apelamos aos cidadãos a seguirem as regras de internamento, a gerirem os seus resíduos domésticos, separando-os em sacos ou outros utensílios e deixando-os nas suas portas ou quintais. Não devemos deixar, por muitos dias, o lixo no interior de casa, porque produz bactérias, que são prejudiciais à saúde. Que a lavagem das mãos com água e sabão ou desinfecção com o álcool seja frequente”, sublinha Elizabeth Smith.

error: Content is protected !!