Carta do leitor:Eduquem os polícias

Por:Aurélio Costa Luanda

Caro director, Escrevo indignado estas linhas para publicar no espaço reservado aos leitores do jornal OPAÍS. Escrevo porque não posso compreender a atitude de alguns agentes da Polícia que parece que estavam só à espera de uma oportunidade para caírem sobre o cidadão. Nem todos são assim, seu sei, mas o exigível é que nenhum deles seja assim. O polícia deve representar segurança e salvaguarda da vida do cidadão. Ontem, um colega ligou-me a pedir ajuda, se conhecia algum ofi cial da Polícia da sua área de residência para o ajudar. Ele precisava de levar o pai a uma sessão de hemodiálise e não conseguia passar, porque o agente ou não sabia do que se tratava, ou porque resolveu apenas ter poder e exercer indiscriminadamente. Os agentes, aliás, porque estavam vários, simplesmente não se comoveram com a necessidade do senhor. Se as coisas continuarem como estão em termos de Cornonavírus, que graças a Deus não está a fazer estragos em Angola, podemos acabar a pandemia com um saldo maior de mortes colaterais do que as causadas pelo vírus. Os chefes da Polícia e o Governo devem perceber agora que precisam, e muito, e urgentemente, de educar os agentes da Polícia sobre vários assuntos, a formação deles deve ser mais vasta, incluindo noções sobre saúde. Não basta os ofi ciais aparecerem na televisão a culpar o cidadão de e por tudo.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!