Biocom fornece 16 mil litros de álcool a instituições para o combate ao Covid-19

A Companhia de Bioenergia de Angola LDA (Biocom) decidiu fornecer cerca de 16 mil litros de álcool a diversas instituições. A medida tem como objectivo evitar a propagação do Covid-19 em Angola

Por:Patrícia de Oliveira

Perto de 35 instituições de diversos sectores, fundamentalmente orfanatos, hospitais, lares de idosos, unidades policiais e administrações beneficiaram de álcool neutro. A matéria-prima é utilizada, nesta época, para higienização, limpeza e desinfestação na luta contra a pandemia do Covid-19, que contínua a ceifar vidas em todo o mundo. O director-geral da Biocom, Luís Bagorro, avançou que com esta iniciativa, a Biocom quer participar de forma activa no combate ao Coronavírus no país. “A Biocom é a única produtora de álcool no país. Tendo em conta a escassez do produto, fomos solicitados a ajudar com a distribuição para o sector da Saúde e outras empresas, pelo facto de ser uma matéria- prima de grande utilidade no combate ao Covid-19”, disse.

O responsável referiu que foi montada uma estrutura rápida na empresa e foram adquiridos recipientes novos. Começando-se de imediato a fazer o engarrafamento de álcool neutro 70% utilizado nestas situações. “Começamos a fazer a distribuição no município de Cacuso, província de Malange, e depois estendemos a outras localidades”, explicou. Segundo ele, para garantir as medidas de higiene orientadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a empresa dispensou 30 % dos trabalhadores. “Fizemos reformas no refetório para permitir que a distância seja preservada entre os funcionários.De modo a evitar a propagação da pandemia”, explicou. A grande preocupação do dirigente prende-se com a importação de máquinas para auxiliar na produção em grande escala.

Biocom pretende aumentar produção de álcool e açúcar em 2020

Na safra passada, num período de seis meses, a Biocom produziu um total de 14 milhões de litros de etanol. Deste número, 40% é destinado para consumo nacional na produção de produtos hospitalares, de limpeza e na indústria de bebidas. Enquanto isto, foram produzidas 110.000 de toneladas de açúcar do tipo cristal branco, que representa 35% do consumo nacional. Sobre aa produção de energia elétrica, a empresa gerou 60.000 MWh que foram exportados para a RNT (capacidade energética para servir de 60 mil residências). Estes números ultrapassam os records de produção nacional. Na safra 2020, a empresa pretende elevar a produção para 115 mil toneladas de açúcar cristal, 18 milhões de litros de etanol neutro e gerar 98 mil Mwh de energia elétrica de fonte renovável.

error: Content is protected !!