Ministério da Indústria junta-se à causa da produção de sabão para famílias carenciadas

Foram já distribuídas mais de duas mil barras de sabão em dois dias de campanha nos bairros 28 de Agosto, Buraco e Tapo, pertencentes ao ramiros e Mussulo. Barra do Cuanza, Calumbo e Icolo e Bengo serão os próximos beneficiários

Por:Milton Manaça

O Mi n i s t e r i o da Industria vai juntar-se a campanha de produção e distribuição gratuita de sabão as comunidades carentes de Luanda, uma iniciativa de jovens pertencentes a startup Ambireciclo e QVL, que pretendem contribuir para a higienizacão das mãos no âmbito da prevenção do Covid- 19. “O Ministério predispos-se a ajudar na aquisicao da soda caustica, uma das matérias- primas essenciais para a produção do sabão. Desde ja, agradecemos, porque vai facilitar e acelerar o nosso trabalho”, disse a OPAIS a engenheira Fernanda Renee, promotora do projecto. Aos poucos, as principais dificuldades que os jovens encontravam na produção de sabão começam a ser ultrapassadas, graças ao envolvimento de diferentes franjas da sociedade que reconhecem a nobre iniciativa.

Fernanda Renee diz que a producao ainda nao parou e o envolvimento da sociedade civil, hoteis e restaurantes, estes ultimos cedendo oleo de cozinha usado, tem sido preponderante na producao deste bem importante para a higienizacao das maos. “Agora já recebemos ligacões de pessoas interessadas a contribuir de diferentes formas. E gratificante, porque conseguimos perceber que comeca a existir o interesse de todos para nos prevenirmos desta pandemia”, frisou a nossa interlocutora. Responsabilidade aos beneficiários Na semana finda, comunidades carentes como as do Tapo, 28 de Agosto e Buraco, foram as primeiras beneficiarias do projecto, onde se fez a distribuicao de duas mil 256 barras de sabão em dois dias. Nos proximos dias, prevese concluir a distribuição do Mussulo e Ramiro.

Posteriormente vao “atacar” a Barra do Cuanza, Calumbo e o município rural do Icolo e Bengo. Fernanda Renee disse que a par da distribuição do sabão, a sua equipa se tem engajado também na responsabilização das comunidades mostrando que a pandemia do Coronavirus so podera ser vencida se cada um fizer a sua parte. Importa frisar que a produção de sabão conta com um laboratório de controlo de qualidade que serve para medir a quantidade soda caustica, com o objectivo de evitar que o produto cause efeitos colaterais aos usuários. A iniciativa tem uma dupla função, ja que a nível ambiental o óleo que esta a ser usado quando desperdiçado pode bloquear a drenagem das aguas, mas os jovens conseguem recicla-lo e dar-lhe uma outra utilidade social. Varias startup estão unidas a causa, como sao os casos da Kubinga, Tupuca, Televa, Soba, Socia, entre outras, unidos para diminuir as dificuldades que as famílias tem encontrado na aquisicao deste produto essencial para prevencao do Covid-19, cujos precos vao se alterando a cada dia que passa

error: Content is protected !!