Coreia do Sul investiga ‘reactivação’ do coronavírus em pacientes antes considerados curados

O coronavírus pode ser “reactivado” em pessoas que se recuperaram do novo Coronavírus, informam os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul. Cerca de 51 pacientes categorizados como curados na Coreia do Sul receberam resultado positivo, novamente, para a Covid-19, afirmaram num comunicado à imprensa na Segunda-feira (6) os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) do país asiático.

O vírus nesses pacientes poderia ter sido reactivado ao invés de terem sido infectados novamente, visto que receberam resultados positivos pouco depois de serem liberados da quarentena, afirmou o director-geral dos CDC da Coreia do Sul, Jeong Eun-kyeong, relata a Bloomberg. “Enquanto estamos a dar mais importância à reactivação como uma causa possível, estamos a realizar um estudo abrangente neste sentido.

Houve muitos casos em que um paciente tinha testado negativo durante o tratamento num dia e positivo noutro”, explicou o director-geral. Uma pessoa é considerada totalmente recuperada quando dois testes realizados num intervalo de 24 horas dão negativos. Os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul irão realizar investigação epidemiológica nos casos referidos, revelou Jeong. De acordo com dados colectados pela Universidade Johns Hopkins, a Coreia do Sul tem 10.450 casos de infecção confirmados, 7.117 considerados curados.

leave a reply