Quatro enviados especiais da União Africana mobilizam apoios internacionais contra coronavírus

O chefe de Estado sulafricano e Presidente em exercício da União Africana (UA), Cyril Ramaphosa, nomeou quatro enviados especiais encarregues de mobilizar apoios internacionais no quadro dos esforços dos países africanos para fazerem face aos desafios económicos causados pela pandemia de coronavírus (Covid-19). De acordo com um comunicado transmitido à PANA, estes enviados especiais são a antiga ministra nigeriana das Finanças, Ngozi Okonjo-Iweala, o ex-presidente do Banco Africano de Desenvolvimento BAD), o Rwandês Donald Kaberuka, o ex-diretor-geral do Banco de Crédico Suíço, o Ivoiriense Tidjane Thiam, e o ex-ministro sul-africano das Finanças, Trevor Manuel.

O Presidente Ramaphosa anotou que a sua nomeação acelerará o processo de mobilização de apoios económicos a favor dos países africanos para lhes permitir resolverem de maneira expedita a crise sanitária. Eles terão por missão solicitar apoios rápidos e concretos, acrescentou Ramaphosa, frisando que o impacto da pandemia da Covid-19 necessita duma acção internacional coordenada suscetível de ajudar todos os países a fazerem face eficazmente, mais particularmente os países em desenvolvimento, confrontados com a pobreza, desigualdade e o sub-desenvolvimento. Estas quatro personalidades possuem uma vasta e rica experiência, e uma rede de relações no seio da comunidade financeira internacional, argumentou.

error: Content is protected !!