PMI investe 3 milhões de Kwanzas no fábrico de lavatórios para prevenção da Covid 19

Os referidos lavatórios estão a ser instalados nas pedonais, nos mercados informais, entrada dos hospitais, paragens de táxi, entre outros locais com grande aglomerado populacional da província de Luanda, no âmbito da prevenção do novo coronavírus Covid-19

A organização de âmbito internacional denominada Project Management Institute (PMI), investiu mais de 3 milhões e 282 mil Kwanzas para a montagem de 70 sistemas de lavatórios para a lavagem das mãos nas comunidades, pedonais, paragens de táxis, entre outros lugares, adiantou a OPAÍS, o presidente da PMI em Angola, Alcides Cabral Segundo o responsável, esse projecto está a ser implementado em vários bairros com o objectivo de prevenir a Covid-19 e permitir a higienização das mãos dentro das comunidades. O projecto, que é desenvolvido com as administrações municípais, é feito com tambores reutilizados, lavatórios de plástico, ferros e torneiras, cola, tinta e vernizes. Esclareceu ainda que a aquisição do material é feita através de doações de alguns voluntários e parceiros da PMI, nomedamente as dministrações e algumas empresas que apoiam o projecto com valores monetários e outros meios como tambores e ferros.

“O PMI Angola obtém os seus recursos por meio de patrocínio de algumas empresas parceiras e não só, todas aquelas entidades que se revêm na causa”, esclareceu Neste momento, a PMI distribuiu, recentemente, um total de 20 sistemas de lavatórios comunitários de lavagem de mãos à Administração do Distrito do Nova Vida, onde começou a primeira fase do projecto. Garantiu que nesta primeira fase, os sistemas foram instalados em todos os distritos do município do Kilamba Kiaxi, nos bairros Golfe, Sapú, Palanca e no Projecto Nova Vida. Entre os pontos já montados constam, a pedonal da Urbanização Nova Vida, pedonal do Quintalão do Petro, mercado Cajueiro no bairro 28 de Agosto, na Administração do Nova Vida, pedonal do Cambamba, bem como em frente ao Hospital Geral de Luanda e na pedonal do mercado das Pedrinhas.

“Os reservatórios são fabricados para estarem nos pontos de maior concentração populacional, desde praças, paragens de candongueiros, bem como na entrada de instituições públicas em serviço localizadas nas periferias“, precisou Por outro lado, explicou que estão a ser instalados também alguns lavatórios nos municípios do Cazenga e Viana e em alguns lares de acolhimento de crianças. “A intenção é de expandir o projecto de instalaçäo de sistemas de lavatórios comunitários em todos os municípios da província de Luanda”, disse. Alcides Cabral esclareceu que a escolha do local e distribuição dos lavatórios é da responsabilidade das administrações municípais e do Comando Provincial da Polícia. Tendo acrescentado que o fornecimento de água frequente nesses pontos é também da responsabilidadedas admistrações municípais. Além disso, a instituição também comprou outros produtos, desde a lixívia, sabão, álcool-gel e outros detergentes sanitários.

Sobre a PMI

Presente em Angola desde 2017, a PMI é uma organização internacional sem fins lucrativos que tem o objetivo de disseminar as melhores práticas de gestão de projectos em todo o mundo. A organização está presente em quase todos os países do mundo, para alavancar carreiras, optimizar o sucesso organizacional e amadurecer a profissão de gestão de projectos por meio de processos reconhecidos mundialmente, certificações, comunidades, recursos, ferramentas, pesquisas acadêmicas, publicações, cursos de desenvolvimento profissional e oportunidades de Trabalho em rede. O PMI Angola, capítulo local do PMI, está comprometido em apoiar a gestão de projectos, programas e portfólios nas entidades governamentais, privadas e académicas do país, para incentivar a adopção das boas práticas de gestão de projectos, o que melhora a entrega de bens e serviços e reduz o risco orçamental desnecessário

leave a reply