Decisão sobre a realização da XV edição do FESTECA só depois do estado de emergência

O festival previsto para Julho teve o seu processo preparatório interrompido em Março, devido às medidas preventivas da Covid-19. A sua realização, de acordo com a organização, dependerá da reunião de conselho, que será realizada depois do Estado de Emergência, para a sua deliberação

Por:Antónia Gonçalo

A realização da XV edição do Festival Internacional de Teatro do Cazenga (FESTECA), previsto para Julho no Centro de Animação Artística do Cazenga (Anim’Art), deverá ser decidida durante a reunião de conselho, cuja deliberação será conhecida apenas depois da cessação do estado de emergência. A medida deve-se à desenvoltura da doença em vários países, que poderá dificultar a deslocação dos grupos que, antes mesmo da pandemia, haviam confirmado a sua presença, neste evento de periodicidade anual, que arrancou com o processo preparatório em Setembro do ano passado. Trata-se de grupos de Portugal, África de Sul e Moçambique, que já abrilhantaram o palco do O festival previsto para Julho teve o seu processo preparatório interrompido em Março, devido às medidas preventivas da Covid-19.

A sua realização, de acordo com a organização, dependerá da reunião de conselho, que será realizada depois do Estado de Emergência, para a sua deliberação Anim’Art com inúmeras exibições nas várias edições do festival. Em conversa com OPAÍS, o membro do conselho Orlando Domingos referiu que manteve contacto com alguns grupos, como de Portugal, mas, devido à presente situação, não confirmou a sua participação no certame. “Vamos reunir depois deste período preventivo, para fazer um pronunciamento oficial, onde decidiremos se vamos continuar com os preparativos, ou então adiar. Ainda não sabemos ao certo, se o Estado de Emergência será novamente prorrogado”, disse o responsável.

Orlando avançou que a previsão é que eventualmente venha a ser realizado em Setembro ou Novembro, em função das negociações com os grupos internacionais, que depende da desenvoltura da doença nos seus países. O facto, conforme disse, tem levado a que a organização do festival pondere, quanto à decisão que dará rumo à presente edição do FESTECA, que tem sido realizada anualmente sem interrupção. Reiterou ainda que nos referidos meses têm realizado o FESTIJ “Festival Internacional de Teatro para a Infância e Juventude”, cuja pretensão é de que seja realizado ainda no decurso deste ano. “Não pretendemos fazer o FESTECA sem participações internacionais, que vai contra a máxima do evento. Pelas informações obtidas, tudo indica que as melhorias ao nível mundial, no que tange à doença, começarão a ser constatadas em Julho”, enfatizou.

Divulgação de medidas preventivas

O espaço encontra-se encerrado desde Março, e, antes mesmo do sucedido, os funcionários realizaram campanhas de sensibilização sobre as medidas preventivas da Covid-19 na comunidade. Orlando Domingos realçou que, para o feito, foi necessária a capacitação dos membros, que posteriormente saíram às ruas para sensibilizar os munícipes do Cazenga. “Primeiro, sensibilizamos o pessoal, depois é que passaram as mensagens aos cidadãos na comunidade, para evitarem-se os aglomerados e lavarem sempre as mãos com água e sabão. Optamos por este modelo de trabalho, porque notamos que muitos estavam desprovidos de rádio e televisor, para estarem informados”, explicou, mostrando-se esperançoso, quanto à presente situação.

Última edição

A última edição do evento, que tem permitido o intercâmbio entre os grupos nacionais e internacionais, decorreu sob o lema “Juventude, arte e amor: 30 anos a partilhar experiência” e contou com a participação de 21 grupos. Além dos nacionais, estiveram presentes companhias de Moçambique, Cabo Verde, África do Sul, Brasil, Portugal, assim como a presença do músico norte-americano Baltimore Wordsmith. Durante a série foram realizados 25 espectáculos, dos 26 previstos, incluindo exercícios de performance teatral e de dança. Foram ainda concretizadas conferências de teatro, Café Teatro (um espaço de debate livre sobre o teatro), sendo que nas oficinas foram orientados mais de 30 jovens.

error: Content is protected !!