Chuva em Luanda causa 11 mortes e 13 desaparecidos

Onze mortes e 13 pessoas desaparecidas é o balanço provisório da chuva intensa que caiu durante a madrugada e parte da manhã de sábado em Luanda, informou este domingo a Comissão Provincial de Protecção Civil.

Segundo balanço provisório da Comissão Provincial de Protecção Civil, entre os mortos, estão três crianças.

Como consequência da chuva, pelo menos 113 famílias no município do Talatona estão desabrigadas, devido à a destruição das suas residências,  construídas em linha de passagem de águas.

Centenas de residências ficaram inundadas em vários  bairros dos municípios da província de Luanda.

Numa ronda feita pela Angop, constatou-se que a situação é critica para as famílias residentes  na zona da vala do Cantintom, na  Maianga, Salinas, Vila Pacifica.

No Talatona, água transbordou o leito do rio Cambamba e inundou a Ponte Molhada, o que dificulta a circulação rodoviária.
A chuva, acompanhada de ventos, provocou a queda de árvores, com danos para viaturas que encontravam estacionadas de baixo das mesmas, principalmente na zona baixa de Luanda, nos distritos urbanos da Mainga e Ingombota, bem como a destruição de tapumes e painéis publicitários.

De acordo com o Instituto de Meteorologia, há previsão de chuva para a região de Luanda e arredores, nos próximos dias, podendo o céu apresentar-se nublado,   alternando com períodos de céu muito nublado, assim como pode ainda ocorrer ventos fortes e trovoadas.

error: Content is protected !!