Começa hoje o encontro entre as associações juvenis e as autoridades provinciais. A província do Leste torna-se pioneira na abertura à sociedade civil

Após a realização do casamento do ano, que envolveu Bolinha e Momô, surgiu uma pandemia, a Covid-19. Esta impediu que o casal pudesse rumar para a tão desejada lua-de-mel. Resta apenas a Bolinha permanecer em casa, isolada e em confinamento social, à semelhança do que acontece com os demais cidadãos. Uma das grandes particularidades de Bolinha é a sua grande capacidade de socialização. Interagir é um dos principais traços da sua personalidade. Pelo que, a condição de isolamento social tem inquietado a matriarca, a todos os níveis. Alternativamente, Bolinha encontra uma forma de combater o tédio doméstico assim como a falta de actividade social. Decide, então, passar a interagir com a vizinhança, através da varanda do apartamento em que vive, na Centralidade do Kilamba. Se na versão anterior o público teve a oportunidade de conhecer o interior da casa da família, nesta poderemos assistir os bem-humorados episódios a partir do exterior da mesma.

Tia Bolinha, como é carinhosamente tratada, vai conversar com os vizinhos e todos lá de casa com o propósito de abordar a preocupação social causada pelo Covid-19, levando alegria e humor às pessoas. Sentada na sua cadeira, Bolinha vai falar de tudo que está relacionado ao universo feminino, dar dicas de como superar a exaustão dos afazeres de casa, aconselhar as amigas sobre como enfrentar o convívio com a família por períodos tão longos, vai dar ideias de receitas e, até, vai falar de moda e beleza. A PCA vai, por exemplo, partilhar o que faz para permanecer linda e sempre bem-apresentada mesmo em momentos como este e muito mais. Esperando-se uma grande interação com o público, este formato não deixará de ter os habituais convidados, que conferem a cada episódio uma outra dinâmica. Para já, adiantamos que nesta estreia, o músico C4 Pedro será o convidado. Tuneza no Cubico é uma produção do ZAP Estúdios. A sua estreia está envolta numa elevada expectativa por parte do público, por conta da complexidade do seu conceito. A emissão para Angola e Portugal será a partir das 21h00, e às 22h00, em Moçambique.

leave a reply