Marinha de Guerra projecta segunda fase do Nacional da bola ao cesto

O antigo jogador da Selecção Nacional adiantou que na segunda fase da prova os seus jogadores vão mostrar mais trabalho em campo

Por:Mário Silva

O treinador da Marinha de Guerra, Manuel Sousa “Necas”, disse que a sua equipa vai ser mais agressiva na segunda fase do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, prova que está suspensa devido à Covid-19. Por esta razão, adiantou que os trabalhos serão intensificados depois que a pandemia for controlada pelas autoridades sanitárias. Necas, como tam- O antigo jogador da Selecção Nacional adiantou que na segunda fase da prova os seus jogadores vão mostrar mais trabalho em campo bém é tratado nas lides desportivas, revelou que o seu conjunto, mesmo em quarentena, cada jogador está a trabalhar para não perder a forma desportiva.

Aliás, no Campeonato Nacional tem travado os grandes, porém ocupa a quarta posição. Necas disse que cumpriram a meta definida pelo grupo no primeiro turno do Campeonato Nacional da bola ao cesto liderado pelo Petro de Luanda com 49 pontos. “A equipa não ficou longe daquilo que se prognosticou, mas podemos fazer mais na próxima etapa do certame”, disse o antigo triplista da Selecção Nacional. A Marinha de Guerra, clube com 40 anos de existência, movimenta as modalidades de andebol, basquetebol, artes marciais, boxe, futebol 11, voleibol, xadrez e futebol salão (futsal). A equipa de futsal na categoria de sénior participa de forma regular no Campeonato Provincial de Luanda. Nesta modalidade, a Selecção Nacional sénior masculina está apurada para o Mundial da Lituânia, após ter conseguido o terceiro lugar no Africano do Reino de Marrocos.

error: Content is protected !!