Nove dias de “tréguas terminam” com cinco novos casos de Covid-19

Ao fim de nove dias sem registo de novos casos de Covid-19, o país foi surpreendido, ontem, com o anúncio de cinco novos casos, detectados nas 24 horas anteriores. Dois dos cinco infectados mantiveram contactos directos com 12 pessoas, tornando-as em potenciais portadoras do novo Coronavírus

Por:Maria Teixeira

“Por esta altura, temos mais cinco casos. São indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos de idade, sendo quatro do sexo masculino e um do sexo feminino. Há mais um recuperado”, declarou a ministra da Saúde, Sílvia Lutukuta, na habitual conferência de imprensa de actualização dos dados sobre a pandemia no país realizada no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, em Luanda. Trata-se de cidadãos angolanos provenientes de Portugal que chegaram no voo do dia 21 de Março e se encontravam em quarentena institucional, sob gestão das autoridades sanitárias. Para esclarecer as circunstâncias em que o vírus se propagou, a governante recordou que no dia 2 de Abril registaram dois casos no hotel Infortur do Kilamba, onde estava um grupo de jovens bastante alargado que, apesar das melhores condições para a quarentena institucional, cada um no seu quarto, muitos deles não cumpriram as regras e as normas de isolamento social.

De facto, em relação ao número de jovens numa quarentena foi bastante desafiante. Tão logo detectamos estes dois casos, a nossa equipa de resposta rápida de saúde pública foi mobilizada para retirar os casos positivos do hotel”, explicou.Dois infactados fazem 12 suspeitos Esta data coincidia com o dia em que se deveria dar alta a todos. Porém, assim que os dois foram internados nos centros de referência, a investigação realizada pela equipa de saúde indicou que os mesmos mantiveram contactos directos com 12 pessoas que se encontravam em quarentena institucional na mesma unidade hoteleira. Face a isso, foram dadas a altas a todas as pessoas que não tiveram nenhum contacto com jovens positivos e estes 12 permaneceram sob vigilância das autoridades sanitárias. Depois de completarem os 14 dias, foram novamente testados no dia 16 deste mês e os resultados apontam que cinco deles estão infectados pela Covid-19.

A ministra da Saúde apela a população a manter as normas de protecção individual e colectiva e as pessoas que vão de quarentena institucional a valorizarem todo o esforço que o Governo faz para garantir as melhores condições, uma vez que é importante cumprir as normas e manter o isolamento. “Por esta altura, a nossa estatística é de 24 casos, dois óbitos, seis recuperados e 16 em internamento estável. Do ponto de vista de quarentena institucional temos 446 indivíduos”, frisou. Sílvia Lutukuta disse ainda que os pacientes em causa já foram encaminhados aos centros de tratamento para o devido acompanhamento médico. Foram recolhidas 200 amostras de cidadãos que estão nos centros de quarentena institucional e os resultados serão divulgados brevemente.

error: Content is protected !!