Editorial: Mortes em cada chuva

Jornal OPaís edição 1812 de 19/04/2020

E uma vez mais houve mortes em Luanda porque choveu. É uma triste sina. Mas é também a manifesta verdade de que esta cidade não está minimamente preparada para as chuvas. Não que estas sejam uma invenção nova, mas apenas porque as autoridades provinciais e municipais nunca foram capazes de agir de forma a proteger as pessoas mais pobres.

Sempre permitiram a construção em áreas perigosas, sobre, ou perto das linhas de passagem da água, muitas vezes com subornos aos agentes do Estado, indiferentes ao perigo e à desgraça alheia e simplesmente focados na corrupção que lhes enche o bolso.

O problema não é da chuva, é das pessoas, sobretudo de quem tem a responsabilidade de administrar e organizar Luanda. Enquanto não houver um governo provincial capaz e imune à desorganização, as pessoas continuarão a viver como podem e como lhes aprouver, e as chuvas continuarão a matar.

error: Content is protected !!