Editorial: Empregos

Jornal OPaís edição 1814 de 21/04/2020

Na campanha eleitoral, o mPlA prometeu a criação de quinhentos mil novos empregos se vencesse as eleições. Promessa que deve ser absolutamente embrulhada e descartada. Não existe a menor condição de a cumprir, muito grande que seja a vontade e por muito assertivas que sejam as políticas acroeconómicas. Ninguém em 2017 poderia prever a entrada em cena de um novo Coronavírus, o SArS-Cov-2, que iria atropelar a economia mundial.

Sem economia dinâmica não se gera empregos. Mas pode-se recomeçar, ou seja, recalcular o ritmo e as condições de criação de empregos após, Covid-19, a doença do vírus. Mas há uma vantagem que o mPlA pode aproveitar, nunca angola teve tanta condições e nunca esteve tão psicologicamente preparada para consumir a produção interna. É hora de redefi nir as agulhas da diversifi cação económica, efectiva.

leave a reply